Guterres adverte que a utilização estratégica dos dados é essencial contra o terrorismo

Arquivo
Arquivo – Secretário-Geral das Nações Unidas António Guterres – AAPIMAGE / DPA

O Secretário-Geral das Nações Unidas António Guterres disse quarta-feira que o mundo está «um passo atrás» na recolha, análise e utilização estratégica de dados para combater o terrorismo.

«Precisamos de colocar ferramentas e estratégias orientadas por dados no centro da nossa abordagem à construção da paz e segurança, incluindo os esforços antiterroristas», disse ele durante o seu discurso na nona reunião do Pacto Global de Coordenação da ONU contra o Terrorismo.

Guterres disse também que as estratégias antiterroristas precisam de «reflectir uma vasta gama de vozes», sublinhando ao mesmo tempo que a luta contra o terror «nunca deve ser usada como desculpa para espezinhar os direitos humanos das pessoas».

«Enquanto terroristas e criminosos perseguem frequentemente agendas e estratégias diferentes, ambos se alimentam de crimes como o contrabando de droga, o tráfico de seres humanos e o financiamento ilícito. As nossas respostas antiterroristas devem estar um passo à frente», disse Guterres.

Ele disse que a utilização de dados é necessária «para avaliar a eficácia das actividades e políticas de prevenção do terrorismo, especialmente para assegurar que os direitos humanos sejam respeitados em todos os momentos».

«O terrorismo encontra um lar no vazio: um vazio de segurança, de instituições políticas e cívicas eficazes, de oportunidades e de esperança. Um vácuo de respeito pelos direitos humanos, igualdade e dignidade, especialmente para as minorias e as mulheres e raparigas», sublinhou no seu discurso.

Finalmente, o Secretário-Geral dedicou algumas palavras às vítimas do terrorismo, assegurando que devemos recordar os feridos e deslocados por esta causa, bem como manter as necessidades das vítimas.

Fonte: (EUROPA PRESS)